Crisma tema namoro

Encontro da Crisma - Tema: Afetividade e Sexualidade

Você pode dar alguns exemplos. Você percebeu alguns padrões nos quais homens e mulheres estivessem representados? Que tipos de produtos eram anunciados pelas mulheres? E pelos homens?

Ela é católica e eu sou ateu. Será que conseguiremos ficar juntos?

Quem exercia papel dominante nas famílias? A família apresentada no programa parecia real? Quem eram os personagens que estavam envolvidos em relações românticas no programa sobre casais? Os casais apresentados eram casados? As relações românticas mostradas pareciam realistas? Ou de seus amigos?

Deborah Secco abandona curso de crisma na igreja em que Allyson Castro canta

Atividades opcionais: 1. Um homem machista. Uma mulher vítima de violência. Uma imagem promovendo a promiscuidade. Que imagem dos homens é apresentada? Material: Papel, canetas e fita adesiva.

  • amor no namoro significado;
  • Colunistas.
  • Formação: O namoro cristão e suas exigências.
  • sinais que o namoro vai acabar;
  • peixes e capricornio namoro;
  • Seja Bem-vindo(a)!!!.

Divida o grupo em pequenos subgrupos do mesmo sexo. Peça que pensem em todos os finais possíveis para as seguintes frases: Grupos de moças: "Estou satisfeita em ser mulher porque Dê exemplos. Peça que cada subgrupo complete a frase, anotando as respostas numa folha de papel, durante aproximadamente 10 minutos.

A seguir, peça aos grupos que façam o mesmo com outra frase: Grupos de moças: "Se fosse homem, eu Peça que anotem os finais para as frases, durante 10 minutos. Foi difícil pensar nas vantagens de pertencer ao outro sexo? É possível ser homem e ter ou fazer algumas das coisas listadas em "mulher"? Podemos pensar em alguma mulher conhecida que apresente algumas das características listadas em "homem"? Que significa "masculino" e "feminino"?

O que significa o termo "andrógino"? Objetivo: Analisar a maneira pela qual o fato de ser homem ou mulher afeta as reações das pessoas e suas relações. Desenvolvimento: Distribua a Ficha de Trabalho. Divida o grupo em subgrupos e peça que cada um escolha um relator. Escolha um caso para cada subgrupo. Solicite um jovem de cada subgrupo para que leia o caso indicado, em voz alta, para o seu subgrupo.

Como você acha que seus pais teriam reagido quando eram jovens? O que mudou? O que provocou essas mudanças? De que forma os papéis sexuais afetaram as relações entre homens e mulheres? Você considera essas mudanças positivas ou negativas? Ficha de Trabalho - Reações Masculinas e Femininas. Estudo de casos 1. Pede que escrevam cada uma delas em uma parte da folha de sulfite.

O facilitador escreve o nome dessas instituições no tronco. Material: Sala ampla e boneca infantil.

Uploaded by

Se você escolher namorar aquela garota, só porque ela é “fácil”, pode ser que você chore depois se ela o deixar por outro. Se você A preparação para o seu casamento começa no namoro, quando você Crisma, Primeira Comunhão, Sacramentos Temas para a Catequese no mês de junho de Pré-Catequese · Primeira Comunhão · Perseverança · Crisma · Catequese de namoro Quando queremos tomar um refrigerante, não basta dizermos Namoro Catequista – a pessoa diz: “Vou ficar com ele só para levá-lo à Igreja (ou para Deus)”. Temas para a Catequese no mês de maio de

Desenvolvimento: Atividade em grande grupo: O facilitador pede para o grupo sentar em círculo. Quando todos tiverem beijado a boneca, a mesma volta para o facilitador. Inicia-se o debate livre sobre o que cada um sentiu e faz-se reflexões sobre a atividade. Objetivo: Reconhecer o outro como alguém com diferenças quanto às emoções, idealizações, sonhos e expectativas. Ninguém pode revelar o sexo. As duplas têm um minuto para combinar uma cena. Improvisam, apresentam-se como profissionais. Todos se apresentam. O grupo tenta identificar o sexo de cada elemento da dupla.

Objetivo: Reconhecer o outro como alguém singular em desejo, pensamento, maneira de perceber o mundo; considerar os riscos decorrentes de se guiar apenas pelo desejo próprio. Desenvolvimento: Atividade em grupo: O facilitador divide os adolescentes em 2 grupos. Um dos grupos monta uma mochila contendo objetos que os homens costumam usar ou levam para viagem, para a escola, etc Outro grupo monta uma mochila contendo os objetos das mulheres. É surpresa! A mochila pode ser um saco de supermercado contendo os objetos. Atividade com o grande grupo: Os dois grupos tentam adivinhar o que tem dentro das mochilas.

Cada grupo ganha pontos pelos acertos. Fazer uma troca de objetos de uma mochila para a outra um a um e ir nomeando o personagem. Pode-se acrescentar novos objetos. Retirar de cada mochila o que mais caracteriza ser essa mochila de mulher ou de homem. Ao final da atividade, o facilitador propõe uma síntese que aborde as semelhanças e diferenças que observarem durante o jogo. Como essas diferenças afetam mulheres e homens?

Discutir valores, preconceitos, mitos que surgem durante o jogo. Resultado esperado: Pensar nas questões de gênero: o que é esperado do homem e o que é esperado da mulher na sociedade. Desenvolvimento: O facilitador pede ao grupo para lembrar frases que se ouve desde criança em casa, na escola, na tv que têm a ver com sexualidade. O grupo faz um meio-círculo. Um garoto e uma garota ficam de pé, de frente para o grupo. Onde colocar? Divida o grupo em duas equipes e peça que fiquem em lados opostos da sala. Apresente as tiras com as frases viradas para baixo.

Os membros da equipe podem falar entre si durante algum tempo para determinar se a frase é um mito ou uma realidade. Diga ao grupo que muitas pessoas acreditam em alguns mitos, e que estes variam de acordo com época e a cultura. De onde provêm?

Navegação de Post

Onde adquirimos informações sobre a sexualidade? Onde podemos obter informações corretas? Folha de Recurso do Coordenador. Mito ou realidade? Objetivo: Auxiliar os adolescentes em questionamentos relativos à sexualidade. Desenvolvimento: O facilitador pede a todos que caminhem pela sala. Avisa que chegaram E. O facilitador comenta que apareceram 5 jornalistas para conversar com os E.

Em seguida, o facilitador pede que formem 5 grupos de E. Esses 5 jornalistas registram as perguntas que os E. Para cada grupo, é dada 1 cartolina e 1 pincel atômico; o jornalista anota os itens interessantes perguntados pelos E. Antes de finalizar, o facilitador pergunta se as expectativas dos E. Com quem os adolescentes sentem-se mais a vontade para conversar sobre sexualidade. Objetivo: Conhecer o funcionamento do aparelho reprodutor masculino e feminino, levantando mitos e tabus sobre o assunto.

Account Options

Agradeço a Deus pelo namoro? Atividades opcionais: Outra atividade que pode ajudar o grupo a entender qual o papel "atual" do homem e da mulher é "O Marciano". Desenvolvimento: Distribua a Ficha de Trabalho. Quais os recursos existentes na comunidade para o atendimento das vítimas de violência sexual? Sugerimos que a equipe de catequistas procure ajuda específica, caso tenha dificuldade em algum assunto, principalmente sobre casamento. Em seguida, o facilitador pede que formem 5 grupos de E.

Levantar nas discussões conhecimento prévio em mitos e tabus existentes. Falar sobre os mitos e tabus existentes naquela comunidade. Que critérios você utiliza na hora de dar e receber carinhos? Como a escolha destes critérios afeta a sua vida? Ex: O que recebo? Ponha uma cruz no local correspondente:.